top of page
  • Foto do escritorÉrica Inacio

Sentir ansiedade é normal?

A ansiedade é uma emoção que TODOS sentem, necessária à nossa sobrevivência, afinal ajuda a nos antecipar diante de futuras ameaças. Enquanto o medo é a resposta emocional diante de um perigo imediato, a ansiedade é a antecipação da mesma.


Diante de situações desafiadoras, nosso corpo desencadeia várias reações psicofísicas para podermos fugir ou lutar contra a "ameaça". Exemplo: se você está sendo perseguido por alguém, você precisará de mais batimentos cardíacos e mais oxigênio para poder correr.


Agora imagine que você fará uma apresentação na faculdade. Você se sente ansioso(a) por visualizar essa situação como uma ameaça (possivelmente a rejeição da plateia), mesmo que não reflita sobre isso. Nessa situação, você não precisará das reações físicas citadas acima, mas o seu corpo não sabe disso e elas vão surgir da mesma forma, por isso que você treme, sua, a respiração fica ofegante e o coração parece que vai sair pela boca. Após a apresentação seu corpo volta ao normal, pois a ameaça desaparece. Quem nunca, né?


Mas, quando a ansiedade se torna prejudicial?

Quando deixa de ser um “frio da barriga” e começa a dificultar suas atividades profissionais, acadêmicas, pessoais ou familiares, gerando estresse físico e emocional, assim, as reações da ansiedade se tornam frequentes e intensas.


Alguns sintomas são comuns como: preocupação excessiva, tensão constante, irritabilidade, pensamentos acelerados, insônia, dificuldade de concentração, sensação de que algo ruim acontecerá, palpitação no coração, falta de ar, dor de barriga, aperto no peito, tremores, entre outros.


Se isso está acontecendo com você, está na hora de cuidar da sua saúde mental e procurar ajuda profissional.


Obs.: o conteúdo aqui descrito é apenas informativo, para tratamento entre em contato para agendamento.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page